Notícia

Projeto do Detran/AL é apresentado como case de sucesso durante XIII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego

                            Evento que aconteceu em Brasília, contou com a presença de especialistas da área de mobilidade urbana,

                                               médicos, psicólogos, estudantes, educadores, entre outros participantes

 

   Com o propósito de levar à nível nacional as ações e projetos implantados em Alagoas que impactaram diretamente na redução do índice de acidentes de trânsito, técnicos do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) participaram do XIII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego que acontece, de 12 a 15, em Brasília (DF).  

 

   O evento promovido pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) e demais instituições parceiras, conta com a presença de nomes renomados de vários setores e reúne palestrantes especialistas da área de mobilidade urbana, além de médicos, psicólogos, pesquisadores, engenheiros, educadores, militares, entidades do setor de trânsito e estudantes.

 

   O Plano de Segurança Viária para Motociclistas (PSVM), coordenado pelo Detran/AL e implantado no estado desde o ano de 2016, foi um dos projetos apresentados no congresso como um case de sucesso durante o painel “Planejamento integrado: uma alternativa eficaz para implantação de programas e projetos educativos de saúde e trânsito”. 

 

   O PSVM - que vem se expandindo cada vez mais pelos municípios alagoanos - foi apresentado pela servidora do Detran/AL e coordenadora do projeto, Edira Soares, em conjunto com o especialista em educação pela Universidade de Brasília (UNB) e membro do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), Francisco Garonce.  

 

   “Como servidora do Detran/AL e coordenadora do PSVM me sinto muito grata em poder compartilhar esse conhecimento e poder ver a receptividade dos outros estados presentes no congresso, que demonstraram bastante interesse na metodologia do projeto. Também foi muito importante participar da construção dos temas abordados no Fórum Brasileiro de Educação e Saúde no Trânsito que aconteceu dentro do congresso da Abramet pela primeira vez, e Alagoas teve a participação com dois temas que foram debatidos na tarde de hoje”, ressaltou Edira Soares.

 

   Como forma de disseminar outras ações que também estão trazendo resultados positivos promovendo a mudança de comportamento dos alagoanos, o chefe de educação para o trânsito da autarquia, Antonio Monteiro, ministrou durante o congresso uma palestra que teve como tema principal: “O uso da tecnologia e das redes sociais a serviço da educação para o trânsito”.    

 

   “O resultado foi muito positivo, consegui transmitir como o uso das redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) impactam diretamente a vida das pessoas e como podemos inovar economizando dinheiro público além de reduzir o índice de acidentes de trânsito. Podemos fazer diversas ações a zero custo mudando a realidade, provocando uma reflexão na sociedade, atingindo o nosso público-alvo que são os jovens e adultos”, destaca, Monteiro.

 

INTEGRAÇÃO

 

   Como forma de fortalecer o intercâmbio de informações estreitando o vínculo com os demais departamentos de trânsito do país. O diretor-presidente do Detran/AL, Adrualdo Catão, esteve presente no 66º Encontro Nacional dos Detrans que também aconteceu em Brasília.

        

   Focado em proporcionar mudanças significativas para o povo alagoano, usuários dos serviços do órgão, o gestor representou o estado aproveitando a oportunidade para debater e buscar soluções inovadoras para trazer para Alagoas.

 

   De acordo com o gestor, é fundamental a participação do estado nos debates que são promovidos à nível nacional, considerando a importância de discutir as mudanças propostas na legislação de trânsito, além de apresentar os projetos construídos pela equipe das áreas operacionais do órgão com o intuito de desburocratizar os procedimentos já existentes o que pode contribuir para solução de problemas enfrentados pelos Detrans de outros estados da federação. 

 

   O 66º END foi marcado por diversas palestras e painéis de discussão, sobre a Lei Seca; análise da situação do trânsito brasileiro; impactos econômicos dos acidentes de trânsito; a importância da biometria facial para a segurança dos documentos oficiais; recall e portaria nº 003/2019 conjunta dos Ministérios da Justiça e Infraestrutura; Resolução 780/2019 do Contran - considerações sobre a remodelagem da PIV; o que os Detrans podem fazer e contribuir pela segurança no trânsito; e os desafios na formação de condutores - PL 3267/19, Resoluções do Contran e Portarias do Denatran.

 

   Na oportunidade, também aconteceu mais um Fórum Permanente das Operações Lei Seca conduzido pelo coordenador da fiscalização em Alagoas e presidente do fórum nacional, tenente Emanuel Costa, que realizou uma apresentação dos avanços do setor, buscando padronizar os procedimentos da Lei Seca no país, reforçando o modelo da operação que é referência em nosso estado, com a finalidade de coibir a mistura de álcool e direção.

 

Por Lays Angelica Peixoto Santos

Fonte: Site Detran/AL

 

 

Please reload

Archive
Please reload

Procurar por Tags
Siga nos
  • Facebook Basic Square

Nossos Parceiros