Notícia

HMAR implanta Protocolo de Manchester

22/08/2016

 

Desde a última semana, o Hospital Memorial Arthur Ramos (HMAR) tem prestado o atendimento de emergência aos pacientes que recorrem à unidade de uma forma diferente. Foi implantado o Sistema Manchester de Classificação de Risco, mais conhecido como Protocolo de Manchester, cujo objetivo principal é priorizar o atendimento do paciente conforme seu risco clínico e não por ordem de chegada. O protocolo determina a prioridade clínica do paciente, garantindo que o primeiro atendimento médico ocorra no tempo adequado.

 

A equipe de médicos e enfermeiros selecionada para trabalhar como classificadores de risco foram capacitados pelos médicos Dr. Marcelo Rausch e Dra. Maria do Carmo Rausch, membros do Grupo Brasileiro de Classificação de Risco (GBCR), responsável pela certificação do protocolo nas unidades de saúde.

 

A diretora médica do HMAR, Dra. Yelnya Dória, destacou a importância do acolhimento com classificação de risco que padroniza e garante um tempo de espera condizente com a gravidade dos casos. “O Protocolo de Manchester é muito eficaz e diante da necessidade de realizarmos a triagem dos nossos pacientes de forma mais eficiente, escolhemos estudar o protocolo e, a partir de agora, implantá-lo”.

 

Ao passar pela triagem, cada caso é analisado e os pacientes recebem uma pulseira que sinaliza o risco através das cores vermelho, laranja, amarelo, verde ou azul, usadas para determinar se o atendimento será de emergência (0 minutos), muito urgente (10 minutos), urgente (60 minutos), pouco urgente (120 minutos) ou não urgente (240 minutos), respectivamente.

 

Fonte: Ascom Hospital Arthur Ramos

 

Please reload

Archive
Please reload

Procurar por Tags
Siga nos
  • Facebook Basic Square

Nossos Parceiros