Notícia

Aleitamento: Sala de apoio beneficiará 55 colaboradoras gestantes na Santa Casa

07/08/2015

                 Ray Gomes Lima (Ministério da Saúde), Yana Melo, Socorro Marques, Cláudia Cerqueira (Saúde do Estado), provedor

                Humberto Gomes, Yana Melo (Saúde de Maceió) e o gerente de Gestão de Pessoas da Santa Casa de Maceió, Sílvio Melo

 

 

A Santa Casa de Maceió passa a integrar o restrito grupo de empresas e instituições alagoanas que investiram em salas de apoio à mulher que amamenta. Até o momento, apenas três possuem esse tipo de espaço. A inauguração do novo serviço ocorreu esta semana na creche São Vicente de Paulo, mantida pela instituição para seus 2.668 colaboradores. Neste universo, 75% são mulheres, dos quais 55 atualmente são gestantes.

Conforme explicou a pediatra Sirmane Torres, da área Saúde da Criança, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), as salas de apoio devem ser utilizadas pelas puérperas para a coleta e armazenamento de leite materno.

“As salas de apoio são espaços dentro da empresa em que a mulher, com conforto, privacidade e segurança, pode esvaziar as mamas, armazenando seu leite em frascos previamente esterilizados. Esse leite é mantido em um freezer a uma temperatura controlada até o fim do dia. Cada recipiente é etiquetado, identificando o nome da mãe, a data e a hora da coleta. No fim do expediente, a mulher pode levar seu leite para casa e oferecê-lo ao filho”, explicou a médica, que atua também na Santa Casa de Maceió.

Em sua fala, o provedor Humberto Gomes de Melo destacou que a Santa Casa de Maceió atendeu voluntariamente ao chamado do Ministério da Saúde, do Estado e do município para ingressar no programa. “Esperamos que outras empresas sigam o exemplo e também participem desta iniciativa , que traz inúmeros benefícios às mulheres e seus filhos”, disse o executivo.

 

Diferencial

 

A consultora do Ministério da Saúde na área da Saúde da Criança, Ray Gomes Lima, destacou o diferencial da Santa Casa de Maceió ao implantar a sala de apoio à mulher que amamenta dentro da creche destinada aos colaboradores.

Representando à Sesau, a diretora da Atenção Básica Cláudia Cerqueira elogiou a sala de apoio implantada na Santa Casa e reforçou o convite para que outras empresas invistam neste benefício a suas trabalhadoras. Para tanto, as corporações interessadas podem obter maiores informações pelo telefone 3315-2874.

“A sala de apoio à mulher que amamenta requer pouco investimento, mas possui um expressivo retorno social para as colaboradoras”, completou o gerente Sílvio Melo.

A representante da Secretaria Municipal da Saúde, Yana Melo, lembrou que a decisão da Santa Casa de Maceió em beneficiar suas trabalhadoras está em sintonia com o lema deste ano da Semana Mundial de Aleitamento Materno: “Amamentação e Trabalho: Para dar certo, o compromisso é de todos”.

Please reload

Archive
Please reload

Procurar por Tags
Siga nos
  • Facebook Basic Square

Nossos Parceiros